Fui demitido, e agora?

Por Keith Bárbara

Infelizmente aconteceu o que você não esperava, porém todo mundo passa por isso, e se ainda não aconteceu com você, ainda pode acontecer. Me perdoe ser responsável por te dar essa triste notícia, mas o que você fará a respeito depois de uma demissão é uma escolha sua. Então fazer escolhas sábias e estratégicas pode te ajudar e muito a se tornar mais competitivo e requisitado no mercado de trabalho.

Continue sua leitura e saiba o que fazer durante este momento.

1 – Reinvente-se

Você deve pensar e se questionar: o que eu quero daqui pra frente? Ainda quero continuar trabalhando de carteira assinada ou já está na hora de ter meu próprio negócio para nunca mais passar por isso? Isso pode te dar um empurrão para buscar novas oportunidades, e até mesmo pode fazer você se descobrir como um grande empreendedor!

Respire, um dia de cada vez, faça o que for necessário! Porém não se desespere, porque você pode acabar se frustrando. Então lembre-se: nenhuma fase ruim é para sempre.

2 – Atualize seu currículo

Pensa comigo, qual documento chega antes de você na empresa? Isso mesmo! Seu currículo! Ele é a sua peça de marketing mais poderosa, antes mesmo até de suas vestimentas. Seu currículo é responsável por abrir ou fechar as portas do mercado de trabalho para você, então porque não deixa-lo estruturado, claro, simples e objetivo? Sem rodeios para que o recrutador consiga ter acesso as suas informações com mais facilidade e mais efetividade?

Você deve usar de todos os recursos ao seu favor! Por isso leia os 5 erros ao elaborar um currículo, para que você não siga nenhum passo desse.

Não esqueça de sempre atualizar o seu currículo.

3 – Se qualifique

Não é porque você foi demitido e já tem uma certa “bagagem” que deve parar de estudar e se qualificar, você deve analisar o mercado. Uma ótima ideia é você procurar vagas que estão sendo ofertadas pelas empresas na sua área e analisar quais cursos estão exigindo atualmente. Levando isso em consideração, você pode fazer uma comparação dos cursos que já possui, com aquele que precisa fazer.

Então, isso te ajuda a se qualificar de acordo as demandas do mercado de trabalho.

4 – Faça networking

Networking: rede de contatos, novos amigos, ter contato com novas pessoas e compartilhar de novas ideias, novas opiniões, novas visões e afins. Antes da pandemia era muito comum fazer networking em congressos, palestras, apresentações e feiras, mas no cenário atual existe uma ferramenta muito legal, o LinkedIn. Não conhece? Dá um google e faça o seu!

Lá existem pessoas de todas as áreas, profissões e o melhor, muita oferta de vaga de emprego, aconselho você a explorar a ferramenta e atualizar sua lista de contatos.

Leia também:
– É hora de criar seu perfil no LinkedIn
– 5 ações que irão impulsionar seus objetivos

Gostou do nosso conteúdo? É importante achar meios importantes de continuar sua jornada em busca de sucesso. Investir em seu perfil profissional é muito importante, porém não esqueça também de dar atenção ao seu lado pessoal, pois ele tem uma participação essencial durante a sua busca por objetivos.

Então é hora de conferir como você pode se recolocar no mercado de trabalho.

Se tiver dúvidas e quiser conversar conosco, estamos aqui em nossas redes sociais: Facebook, Instagram ou LinkedIn.

Logo, logo estaremos de volta!

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support